2017-2021 • GESTÃO INDEPENDENTE, DEMOCRÁTICA, DE BASE E DE LUTA!

Notícias

Fique por dentro de todas as atividades do sindicato.
29 abr

NS de Londrina participa do 1º Seminário feminista contra a Reforma da Previdência em Curitiba.

As diretoras do NS (APP Independente Democrática de Base e de Luta) de Londrina juntamente com outras professoras da base marcaram presença no 1º Seminário Feminista Contra a Reforma da Previdência.

O Seminário aconteceu no dia 27 de abril, sábado, das 8h30 às 18h00, na sede da APP-Sindicato, localizada na Av. Iguaçu nº 880, bairro Rebouças, em Curitiba-PR. Querendo ampliar este debate, alertar as mulheres, a Frente Feminista de Curitiba e Região Metropolitana organizou o 1º Seminário Feminista Contra a Reforma da Previdência, para analisar os impactos de tal proposta na vida das mulheres trabalhadoras, coordenar e organizar o necessário enfrentamento e sua derrota.

O evento foi de suma importância para a organização da luta contra a cruel proposta da reforma da Previdência para todos/as trabalhadoras /es, principalmente para as mulheres, que via de regra, cumprem dupla jornada.  Segundo análise do Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Econômicos), não haverá mudança de tempo de contribuição para professores homens, apenas de idade. Para mulheres, as regras para se aposentarem se igualarão às dos homens em sala de aula. Hoje, o tempo de contribuição em função do magistério é de 25 anos para mulheres e 30 anos para homem sem desconto de benefício (fora da aposentadoria especial, o tempo de contribuição é de, respectivamente, 30 e 35 anos). A idade mínima para professores do setor público se aposentarem também é de cinco anos a menos do que as regras gerais da aposentadoria, sendo de 50 anos para mulheres e 55 para homens. Para isso, precisam comprovar 10 anos de trabalho em escolas públicas. No setor privado, não há idade mínima. Com as novas regras, a idade mínima passa a ser 60 anos para homens e mulheres, e o tempo de contribuição 30 anos para homens e mulheres. E, sabendo das perdas que a PEC 6/2019 representa, mobilizar-se contra sua aprovação, participando de atos e outras atividades é o direito e dever de todos (as) trabalhadores (as) do nosso país.

Veja as fotos do evento:

   

 

 

 


APP Sindicato Londrina 
Gestão Independente,democrática, de base e de luta.