2017-2021 • GESTÃO INDEPENDENTE, DEMOCRÁTICA, DE BASE E DE LUTA!

Notícias

Fique por dentro de todas as atividades do sindicato.
13 Maio

Pesquisa da APP Sindicato Londrina vai mostrar a realidade sobre as aulas remotas do Governo.

Averiguar como estão sendo desenvolvidas as atividades escolares na rede pública estadual por meio remoto e verificar as condições de trabalho dos professores durante a pandemia do novo coronavírus são os principais objetivos de uma pesquisa que está sendo realizada pela APP Sindicato de Londrina, com apoio de dois projetos de pesquisa do departamento de educação da UEL e um projeto de ensino do departamento de ciências sociais.

Participe e divulgue a pesquisa.
RESPONDA AQUI: https://forms.gle/Q3pLk8bBdE5w6LnD7


O levantamento de dados está sendo feito por meio de um questionário encaminhado para os 32 núcleos de educação do Estado que tem o cadastro de todos os professores da rede. De acordo com a professora de Ciências Sociais, Angela Maria de Souza Lima, os organizadores optaram uma por uma pesquisa ” Survey”, da plataforma ” Google forms”, onde os entrevistados não precisam se identificar. Segundo ela, a pesquisa é importante porque vai mostrar se os alunos estão participando das aulas remotas e se estão entregando as atividades para os professores. “A intenção é reunir um banco de dados significativos que possam auxiliar na tomada de decisões coletivas e consequentemente viabilizar as lutas para a melhoria do trabalho dos professores e também na qualidade do ensino”, declarou.
As atividades presenciais na educação básica estão suspensas desde o dia 20 de março deste ano, quando o Governo do Estado decretou o isolamento social por causa da Covid 19. Em seguida a Secretaria Estadual de Educação (SEED) determinou que as atividades deveriam ser realizadas e acompanhadas por meio da plataforma classroom e do aplicativo Aula Paraná. Porém, há uma hipótese na pesquisa de que nem todos os estudantes estão conseguindo acessar o sistema online e entregar suas atividades escolares por meio desta plataforma.
Recentemente, a APP Sindicato decidiu realizar a pesquisa em todo o Estado, após verificar, por meio de uma amostragem realizada em 24 escolas de Londrina, que 62% de alunos não conseguem acompanhar os trabalhos exigidos durante as aulas on-line oferecidas pelo governo. Conforme a APP, esse percentual sobe para 80% quando se trata de alunos de escolas de bairros distantes, zona rural e do ensino noturno.
Para o presidente da APP de Londrina, Marcio André a Ribeiro, pesquisa em parceria com os professores da UEL vai dar mais credibilidade aos dados que serão levantados, pois na prática, os professores já tem percebido que as tele-aulas não estão dando certo. ” Temos convicção de que o sistema de educação a distancia não está conseguindo atender a todos os estudantes da rede, pois muitos não contam com estrutura para acessar as aulas. Com os resultados da pesquisa queremos dar visibilidade sobre o problema para o todo o estado e juntos buscar alternativas para amenizar os prejuízos para toda a sociedade”, disse Ribeiro. A expectativa dos organizadores é que a pesquisa seja finalizada até o final do mês de maio.