2017-2021 • GESTÃO INDEPENDENTE, DEMOCRÁTICA, DE BASE E DE LUTA!

Notícias

Fique por dentro de todas as atividades do sindicato.
14 abr

Campanha nacional de vacinação contra a Influenza H1N1, o vírus da Gripe.

PERÍODO DE VACINAÇÃO DE PROFESSORES(AS) É DE 11/05 À 08/06.

Na manhã desta segunda-feira (12), a Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), deu início à Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, o vírus da gripe. Neste ano, a vacinação começa a ser ofertada para crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, gestantes e puérperas (mães no pós-parto até 45 dias).

Em Londrina, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) estão ofertando a vacinação, com exceção das que aplicam exclusivamente as doses contra Covid-19 ou de atendimento para pacientes com sintomas respiratórios. A população pode se imunizar em 38 unidades, distribuídas na zona urbana e rural de Londrina, com funcionamento de segunda a sexta-feira, das 7 às 19 horas.

Para ser vacinado, é necessário agendar um horário previamente, por telefone, na UBS mais próxima da residência, como medida preventiva contra a transmissão do novo coronavírus. Cada unidade tem capacidade de atender de 50 a 100 pessoas por dia. No ato da vacinação é necessário ter em mãos um documento pessoal e é desejável que se tenha a Carteira de Vacinação.

Acesse os endereços e os telefones das Unidades Básicas de Saúde (UBS) no Link abaixo.

http://saude.londrina.pr.gov.br/index.php/unidade-basica-saude.html

O secretário municipal de Saúde de Londrina, Felippe Machado, explicou que, especialmente este ano, devido à vacinação contra a Covid-19, o público-alvo iniciou pelas crianças, gestantes e puérperas. “Esse público é o que, geralmente, registra menor cobertura de vacinação. No caso das crianças, é importante que os pais e responsáveis garantam o direito sagrado que elas têm de tomar a vacina. Nós vamos entrar em um período de circulação do vírus da influenza, que é um vírus respiratório grave e que em casos mais extremos pode levar ao óbito”, ressaltou.

A campanha está prevista para acontecer até o dia 9 de julho e os grupos prioritários serão distribuídos em três etapas, de forma escalonada. Para esta primeira fase, o município de Londrina recebeu 18 mil doses da vacina trivalente, que protege contra as três cepas do vírus que tiveram maior circulação recentemente: linhagem A H1N1 e H3N2 e linhagem B/Victoria. A aplicação é em dose única, exceto para crianças que estejam recebendo pela primeira vez. Neste caso, os pais ou responsáveis também precisam agendar a segunda dose.

Nesta primeira etapa, o munício estima vacinar 36.112 crianças, 5.259 gestantes e 864 puérperas. Na sequência, a campanha se estenderá para os povos indígenas, trabalhadores da saúde, idosos e demais grupos prioritários, conforme orientação do Ministério da Saúde. A meta do Ministério da Saúde é vacinar pelo menos 90% dos grupos prioritários.

CALENDÁRIO:

Fase 1 (12/04 à 10/05)

  • Crianças de seis meses a menores de seis anos de idade,
  • gestantes,
  • puérperas,
  • povos indígenas
  • trabalhadores da saúde;

Fase 2 (11/05 à 8/06) –

  • idosos com 60 anos e mais,
  • professores do ensino básico e superior de escolas públicas e privadas;

Fase 3 (09/06 à 09/07) –

  • doentes crônicos e outras condições clínicas especiais,
  • pessoas com deficiência,
  • forças de segurança e salvamento,
  • forças armadas,
  • caminhoneiros,
  • trabalhadores do transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano de longo curso,
  • trabalhadores portuários,
  • funcionários do sistema prisional,
  • adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas
  • população privada de liberdade.

A campanha de vacinação contra a gripe coincide com a imunização contra a Covid-19. A recomendação do Ministério da Saúde é que as pessoas que fazem parte do grupo prioritário tomem primeiro a vacina contra a Covid-19 e depois a vacina contra a gripe, respeitando um intervalo mínimo de 14 dias entre elas.

Com informações: blog.londrina.pr.gov.br

APP Sindicato Londrina.
Gestão Independente, democrática, de base e de Luta.