NÚCLEO SINDICAL
LONDRINA

Gestão
Independente, democrática,
de base e de luta!
2017 - 2021

Notícias

A APP Londrina informa que ainda se encontram abertas as inscrições para a temporada de praia 2018/19, as inscrições tiveram início em 20/09/2018 e se encerrarão em 30/10/2018. O sorteio ocorrerá no dia 06/11/2018. O período compreendido é de 22/12/2018 a 28/12/2018. As inscrições podem ser feitas pelo fone (43) 3323-2662.

 

 

 

APP-Sindicato Londrina

Gestão APP-Independente, democrática, de base e de luta

 

 

 

A APP-Sindicato Londrina convoca os educadores e educadoras para participar da Reunião do Conselho Regional. É fundamental que cada escola envie os(as) representantes para a reunião.

 

18_10_17_Reunião_Conselho_Regional.png

 

PAUTA ÚNICA:

1. Avaliação e debate sobre a conjuntura eleitoral.

 

Local: Na sede da APP-Sindicato Londrina / Avenida JK, 1834

Dia: 19/10 (Sexta-feira)

Horário: 17h30

Contamos com a presença de todos(as).

O sindicato somos todos(as) nós!

 

NS.1_Transparente.png

APP-Sindicato Londrina

Gestão APP-Independente, democrática, de base e de luta

 

 

PROFESSORES E PROFESSORAS, FUNCIONÁRIOS E FUNCIONÁRIAS DE ESCOLA NA LUTA PELA DEMOCRACIA NESTE SEGUNDO TURNO ELEITORAL 2018

18_10_16_Destaque_manifesto_2_turno.jpg

 

Curitiba, 11 de outubro de 2018.

A APP-Sindicato nasceu em 1947, após o fim da segunda guerra mundial, para organizar os(as) trabalhadores(as) na construção de uma sociedade democrática e de paz. Contra todas as adversidades, resistimos aos anos da ditadura e fomos às ruas exigir abertura política e eleições diretas em 1984, um grande passo para a redemocratização e que garantiu avanços importantes com a Constituição de 1988. Nossa história é de luta e resistência, para que todos e todas possam viver em uma sociedade de direitos e de respeito.


Nesse momento histórico em que a democracia está em risco e o nosso direito de ensinar sob ameaça, a APP-Sindicato vem reafirmar, de forma contundente, suas defesas históricas em favor da democracia, dos direitos sociais e trabalhistas, do serviço público e, principalmente, da educação pública de qualidade. Somos contra quaisquer expressões de ódio, de autoritarismo, de fascismo e do explícito neoliberalismo ultraconservador representadas no candidato Jair Bolsonaro. Como Deputado Federal, Bolsonaro votou a favor da PEC do congelamento dos investimentos sociais (EC 95), da Reforma do Ensino Médio (Lei 13415/2017) e da Reforma Trabalhista (Lei 13417/2017). É favorável à Reforma da Previdência do governo Temer, que na prática representa o fim da própria aposentadoria. É contra à estabilidade do(a) servidor(a) público(a) e planos de carreira, o que representará demissões em massa. Seu programa educacional traz a educação à distância desde o Ensino Fundamental e Ensino Médio, a lei da mordaça, bem como a privatização do ensino via vouchers escolares (consiste na entrega pelo Estado de valores únicos para os pais escolherem uma escola privada para seus filhos). Manifesta posições de discriminação e preconceito contra mulheres, negros(as), indígenas e LGBTIs, sendo a favor da tortura como método de gestão do estado. Sua atuação pública, desde o início, é na defesa de ideias vinculadas ao atraso, como a retirada do pensamento de Paulo Freire na educação. Utiliza-se de mentiras para desqualificar permanentemente a atuação dos(as) profissionais da educação, como a famigerada inverdade relacionada ao “kit gay”, que tantos desgastes tem promovido para o interior do trabalho escolar. Tal posição ignora, por exemplo, a violência contra as mulheres, cujo conceito e cultura deve ser enfrentados como currículo escolar desde a educação infantil.


Nesse sentido, o Conselho Estadual da APP-Sindicato, reunido em Curitiba no dia 11 de outubro de 2018, soma-se às forças democráticas nacionais nesse segundo turno das eleições presidenciais para afirmar seu apoio e participação na defesa da candidatura do campo democrático representado por Fernando Haddad e sua vice Manuela D’Ávila. Oposto ao que propõe Bolsonaro, Haddad comprometeu-se com a manutenção da democracia e direitos sociais, além da defesa da educação pública e do serviço público, inclusive com financiamento adequado para sua manutenção e ampliação. Em seu plano de governo consta a revogação das leis que retiram direitos da classe trabalhadora (Reforma Trabalhista, Lei das Terceirizações e Emenda Constitucional 95) e já se manifestou contrário a Reforma Previdenciária do governo Temer.


Não há resistência sem luta e ambas necessitam do compromisso histórico da classe trabalhadora. Não há tempo a perder! Ocupemos as ruas sem medo, na defesa da democracia, dos direitos trabalhistas, da educação pública e da solidariedade humana. Os nossos 71 anos de existência nos balizam e impulsionam a mantermo-nos organizados(as) para os enfrentamentos que este tempo exigirá de nós e assim restabelecermos a democracia. Os sindicatos são instrumentos de luta fundamental na defesa dos(as) trabalhadores(as).


Portanto, convocamos todos e todas para fortalecerem a APP-Sindicato. Por isto, você que ainda não é sindicalizado(a), venha reforçar essa luta legítima com sua sindicalização. Por último, convidamos para que no dia 28 de outubro expressem o compromisso político coletivo com as forças democráticas nacionais no voto em Haddad e Manuela.

 

normal_00144061_00-300x199.jpg

  

 

 

NS.1.png

APP-Sindicato Londrina

Gestão APP-Independente, democrática, de base e de luta

Parabéns Professores e Professoras! Parabéns! 

“Ensinar é um exercício de imortalidade, que de alguma forma continuamos a viver naqueles cujos olhos aprenderam a ver o mundo pela magia da nossa palavra, sendo que, desse modo, o professor não morre jamais, estando a cada dia no pensamento daqueles a quem ensinou. ” (Rubem Alves).   

  

 

Uma singela e justa homenagem da APP – Sindicato Londrina a todos (as) professores (as)!


APP – Sindicato Londrina 
Gestão APP-Independente, Democrática de Base e de Luta.

Ratinho Junior (PSD) é eleito governador. Como fica a pauta da educação?


Novo governador terá uma ampla base de apoio na Assembleia. Veja quais foram os(as) deputados(as) estaduais eleitos(as) no Estado

18_10_09_Cadeira_vazia_ratinho_jr_sabatina_app.jpg

 

O ex-deputado estadual Ratinho Junior (PSD) foi eleito governador do Paraná neste domingo (7), no primeiro turno com 3.210.712 votos. O vice é Darci Piana, do mesmo partido. O desafio continua: assim que empossados(as), a APP-Sindicato cumprirá seu papel e buscará a abertura do diálogo para cobrar a pauta da categoria.

Durante o período eleitoral, o Sindicato esteve atento às propostas dos candidatos e candidatas ao governo do Estado e, para além da tarefa de fiscalização, promoveu uma série de entrevistas, transmitidas ao vivo, com o tema educação – onde cada político poderia expor suas ideias e propostas sobre os itens de reivindicação dos(as) educadores(as). O candidato Ratinho Junior não compareceu à sabatina e, portanto, não assinou a carta-compromisso com a educação. No lugar, enviou uma carta reforçando suas propostas para a educação (Veja os trechos abaixo).

carta_rato1-768x360.jpg

No documento, o governador eleito diz que manterá as portas abertas para a APP-Sindicato e reforça que pretende investir mais em educação e, reconhece, que a data-base é fundamental na valorização profissional, desde que o pagamento do direito assegurado em lei não comprometa o orçamento do Estado.

Em resposta sobre temas como PDE e retorno da hora-atividade, Ratinho Jr. mostrou-se disposto a estudar soluções para o tema. O candidato ainda mencionou a proposta de melhorar e ampliar a rede de atendimento à saúde do trabalhador.

carta_rato2-768x360.jpg

 

carta_rato3-768x360.jpg

 

:: Confira aqui o plano de governo do próximo governador do Estado do Paraná


Composição da Alep – Além do novo governador, a população elegeu, a nível estadual, os deputados e deputadas estaduais. Dos(as) 54 eleitos (as), apenas 4 são mulheres. O mandato de Ratinho Jr. terá como parâmetro de comparação o de seu predecessor, Beto Richa (PSDB), que após uma gestão desastrosa não conseguiu se eleger para o Senado, ficando entre os últimos colocados(as) na corrida eleitoral. Esse resultado comprova que as políticas de ajuste contra a população, violência contra a educação e indícios de desvios de verbas não podem ficar impunes.

Veja quem são os(as) deputados(as) estaduais eleitos(as) no Paraná:


Delegado Francischini (PSL)
Alexandre Curi (PSB)
Professor Lemos (PT)
Requião Filho (MDB)
Tiago Amaral (PSB)
Romanelli (PSB)
Tadeu Veneri (PT)
Guto Silva (PSD)
Evandro Araujo (PSC)
Paulo Litro (PSDB)
Delegado Jacovos (PR)
Gilberto Ribeiro (PP)
Marcio Nunes (PSD)
Coronel Lee (PSL)
Artagão Junior (PSB)
Tião Medeiros (PTB)
Michele Caputo (PSDB)
Maria Victoria (PP)
Alexandro Amaro (PRB)
Cristina Silvestri (PPS)
Cobra Reporter (PSD)
Anibeli Neto (MDB)
Gilson de Souza (PSC)
Tercilio Turini (PPS)
Luiz Carlos Martins (PP)
Traiano (PSDB)
Marcel Micheletto (PR)
Estacho (PV)
Homero Marchese (PROS)
Jonas Guimarães (PSB)
Douglas Fabricio (PPS)
Mauro Moraes (PSD)
Boca Aberta Junior (PRTB)
Marcio Pacheco (PPL)
Francisco Buhrer (PSD)
Nelson Justus (DEM)
Goura (PDT)
Delegado Fernando (PSL)
Arilson Maroldi Chiorato (PT)
Plauto (DEM)
Reichembach (PSC)
Delegado Recalcatti (PSD)
Soldado Fruet (PROS)
Mabel Canto (PSC)
Soldado Adriano José (PV)
Luiz Fernando Guerra (PSL)
Dr. Batista (PMN)
Luciana Rafagnin (PT)
Nelson Luersen (PDT)
Missionário Ricardo Arruda (PSL)
Galo (PODE)
Do Carmo (PSL)
Emerson Bacil (PSL)
Subtenente Everton (PSL)

Como é definido o número de Deputados(as)?

A Constituição Federal determina que o número de eleitos(as) deve ser estabelecida por lei complementar, de acordo com o número de habitantes de cada Estado. Ainda assim, o documento prevê que nenhuma das unidades da Federação tenha menos de oito ou mais de setenta deputados.

Qual a função do cargo de deputado(a)?

Os deputados estaduais têm a função de representar o povo no estado, na Assembleia Legislativa. Sua principal missão é legislar, propor, emendar, alterar e revogar leis estaduais. Eles também fiscalizam as contas do Poder Executivo

Com informações: TSE

 

 

 

 

 

 

logo_site_notícias_NS_Londrina_000.jpg

APP-Sindicato Londrina

Gestão APP-Independente, democrática, de base e de luta

 

 

Utilidade Pública: Resultado do Concurso de Remoção.

 

 

A SEED divulgou o resultado do Concurso de remoção de outubro de 2018. Os resultados se encontram no link abaixo:

 

http://www.educacao.pr.gov.br/arquivos/File/remocoes/remocao2018_qpm_qup_resultado_detalhado1.pdf

 

 

 

APP – Sindicato Londrina
Gestão Independente, Democrática de Base e de Luta.

 

 

 

 

 

 

ATENÇÃO PSS!

Estão abertas as inscrições para PSS etapa/2019. O governo insiste em manter a situação precária dos trabalhadores e trabalhadoras PSS. Infelizmente, a precarização do trabalho do e da PSS é algo que vem se alastrando por toda a classe trabalhadora; estamos enfrentando um ataque generalizado.

Neste sentido, a APP-Sindicato reafirma seu compromisso em continuar lutando por melhores condições de trabalho, por melhores salários, por direitos e por uma sociedade mais justa e igualitária.

EDITAL/2019 - PSS

Período de Inscrição: Das 09h de 11/10/2018 às 18h de 25/10/2018 no endereço eletrônico www.pss.pr.gov.br

Classificação Provisória: 06/11/2018, após as 16h, no endereço eletrônico: ww.educacao.pr.gov.br

Prazo de recursos da Classificação Provisória: 07 e 08/11/2018 até as 17h, no NRE de inscrição

Classificação Final: Após 14/11/2018, no endereço eletrônico: www.educacao.pr.gov.br

 

 

Logo abaixo faça o download do Edital/PSS - 2019

Edital/PSS Professor(a): clique aqui

Edital/PSS Serviços Gerais: clique aqui

Edital/PSS Assistente Administrativo: clique aqui

 

 

logo_capa_fundo_face_NS_Londrina_000.jpg

APP-Sindicato Londrina

Gestão APP-Independente, democrática, de base e de luta

 

A APP – Sindicato Londrina vem por meio desta,solicitar que a professora, Lia Menezes Campos, entre em contato com a APP pelo fone 3323 2662, para tratar de assuntos de seu interesse. Aquela ou aquele que puder avisar a mesma a APP agradece. Obrigado !

 

 

 

Direção da APP Sindicato Londrina
Gestão Independente, Democrática, de Base e de Luta

Cuidados importantes de Prevenção:


Mantenha uma alimentação saudável.

Cuide da saúde emocional.

Pratique atividade física.

Consulte seu médico periodicamente.

Conheça e esteja atenta aos sinais do seu corpo.

Evite o consumo de bebidas alcoólicas.

Faça mamografia anual a partir dos 40 anos.

Não fume.

A prevenção pode salvar vidas.

 

 

 

 

 

Direção da APP Sindicato Londrina
Gestão Independente, Democrática, de Base e de Luta.

 

Concurso de Remoção QPM/QUP 2018

Imagem_utilidade_pública.png

As inscrições do Primeiro Processo do Concurso de Remoção QPM/QUP 2018 estarão abertas a partir das 13 horas do dia 01/10/2018 até às 17 horas do dia 05/10/2018.


Poderão participar deste Processo, professores que se encontram em efetivo exercício de suas funções na Rede Estadual de Ensino e desejam pleitear mudança de lotação de seu cargo para instituição de ensino.

As normas e procedimentos do Concurso de Remoção estão disponibilizados em Editais específicos, que devem ser lidos na íntegra pelo candidato.

O Concurso de Remoção QPM/QUP 2018 será realizado em três processos distintos, prevalecendo seus efeitos funcionais a partir do início do ano letivo de 2019:

  • Primeiro Processo – a remoção acontecerá somente dentro de cada município (1ª Etapa), assim, apenas os professores que desejam alterar sua instituição de ensino de lotação no mesmo município e aqueles que ainda não têm lotação em instituição de ensino (lotados no município) participarão deste processo.


Os professores nomeados em 2018 (exceto os professores do NRE de Curitiba) não participarão desta Etapa porque ainda não têm lotação em município, estando lotados no NRE-Local;

  • Segundo Processo – é específico para os professores pertencentes ao NRE de Curitiba. A remoção acontecerá para setores do NRE de Curitiba. Neste processo, o professor não será removido para instituição de ensino, será lotado no setor solicitado, se houver vaga. Deverão participar deste processo, obrigatoriamente, os professores que se encontram lotados no município de Curitiba e os nomeados em 2018 (que também possuem lotação no município de Curitiba). Também poderão participar os professores lotados em instituição de ensino jurisdicionada ao NRE de Curitiba, que desejam mudar de setor.

 

  • Terceiro Processo – a remoção acontecerá entre municípios do mesmo NRE (2ª Etapa) e de Núcleos Regionais de Educação diferentes (3ª Etapa); neste processo, os professores não serão removidos para instituições de ensino, serão lotados no município solicitado, se houver vaga. Participarão deste processo, os professores que desejam alterar o município de lotação e, obrigatoriamente, os professores que ainda não têm lotação em município e os nomeados em 2018 (ambos lotados no NRE-Local).


Para mais informações acesse o endereço eletrônico: www.educacao.pr.gov.br, “Recursos Humanos”, “Remoção QPM/QUP”, ou entre em contato com o NRE mais próximo.

 

Informações retiradas do seguinte link: http://www.educacao.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=1461

 

 

 

 

 

 

Logo_002.jpeg

APP-Sindicato Londrina

Gestão APP-Independente, democrática, de base e de luta

 

APP-Sindicato - Núcleo Sindical de Londrina