2017-2021 • GESTÃO INDEPENDENTE, DEMOCRÁTICA, DE BASE E DE LUTA!

Notícias

Fique por dentro de todas as atividades do sindicato.
2 jul

Funcionamento das escolas não tem sentido neste momento.

APP Sindicato entrou na justiça questionando as resoluções que quebraram o distanciamento físico e isolamento social.

O governador Ratinho Jr publicou no dia (30/06), o decreto 4292/2020 estabelecendo a “quarentena restritiva” nas regiões de Londrina, Cornélio Procópio, Cianorte, Cascavel, Foz do Iguaçu, Curitiba e Região e Toledo. Nas justificativas o governo do Paraná reconhece a gravidade da situação “considerando que 348 cidades paranaenses têm ao menos um caso confirmado pela Covid-19, o que representa 87% do total de municípios, e em 132 municípios há óbitos pela doença (…) e que no período de 14 a 28 de junho de 2020, o número de casos de Covid-19 no Paraná subiu de 9.853 para 20.516, o que indica um aumento de 114% e o número de óbitos, no mesmo período, passou de 326 para 586, o que indica um aumento de 79%”.

O presidente da APP Sindicato Londrina, professor Márcio André Ribeiro destaca “infelizmente o aumento da pandemia e das mortes no Paraná e em Londrina era uma tragédia anunciada. Em maio e junho os diversos setores empresariais pressionaram e os governos cederam nas medidas de distanciamento físico e isolamento social. Todos nós pagamos o preço destas decisões equivocadas”. 

O decreto 4942/2020 reconhece tardiamente, o que a APP Sindicato tem reforçado nas últimas semanas. O artigo 4º do documento prevê que as reuniões devem ser realizadas virtualmente e que apenas as atividades “imprescindíveis” devem ser realizadas presencialmente com no máximo 5 pessoas.

Ribeiro destaca ainda que “as resoluções da SEED que permitiam a convocação de servidores(as) para as escolas comprovaram-se equivocadas. Nossa avaliação é que a entrega dos alimentos para as famílias cadastradas é a única atividade que se justifica neste período. Diante dos problemas das tele aulas algumas escolas promoveram iniciativas que de alguma forma contribuíram para o agravamento da pandemia. A realização de reuniões presenciais, de convocação das equipes pedagógicas para preencher planilhas e de plantões para orientação sobre os aplicativos são alguns dos absurdos observados. É preocupante que a SEED continue não respeitar as medidas de saúde determinadas pelo próprio governo do Estado. A orientação 05/2020 é mais um exemplo de desrespeito à vida e a saúde dos trabalhadores(as)”

APP Sindicato Londrina.
Gestão Independente, democrática, de base e de luta.