2017-2021 • GESTÃO INDEPENDENTE, DEMOCRÁTICA, DE BASE E DE LUTA!

Notícias

Fique por dentro de todas as atividades do sindicato.
10 jan

As escolas foram responsáveis por três vezes mais possíveis surtos de covid do que hospitais desde outubro, mostram dados britânicos

Os dados apontam que 26% dos grupos de infecções investigados estavam ligadas a instituições de ensino no Reino Unido.

As escolas provocaram três vezes mais possíveis surtos de covid-19 do que hospitais, desde outubro. É o que mostra o relatório do sistema público de saúde do Reino Unido. Os dados apontam que 26% dos grupos de infecções investigados — 2.722 de 10 mil — estavam ligados a creches, escolas primárias e secundárias e universidades, no período de 12 semanas até dezembro. Apenas 8% das infecções —  ou 816 — foram rastreadas em hospitais na mesma época, segundo o Daily Mail

Os números sugerem que as escolas, que permaneceram abertas durante o lockdown de novembro, podem ter influenciado a crescente taxa de infecção da Inglaterra, que quase triplicou em um mês devido à rápida disseminação de uma mutação altamente infecciosa.

A Grã-Bretanha registrou mais de 50 mil novas infecções por Covid-19 todos os dias na semana passada. Ontem (4/1), os chefes de saúde declararam o número diário mais alto de 58.784 e anunciaram mais 407 mortes. 

Os dados do relatórios do sistema público de saúde sobre o surto das infecções nos últimos três meses revela que apenas as casas de repouso (35%), onde os residentes são mais vulneráveis ao vírus, foram responsáveis por um número maior de surtos do que as escolas. Os locais de trabalho, incluindo escritórios e fábricas, foram responsáveis pelo terceiro maior número de casos com 17,4%. 

Na última segunda-feira (4/1), o primeiro-ministro britânico decretou um novo período de Lockdown na Inglaterra e fechou todas as escolas, após as infecções com a nova cepa do coronavírus. 

O professor Paul Hunter, um especialista em doenças infecciosas da Universidade de East Anglia, disse que “não estava convencido” de que fechar escolas realmente reduziria as infecções, a menos que fosse feito junto com outras medidas mais severas. “Isso vai desacelerar o aumento, mas não sei se será bom o suficiente para pará-lo’, disse ele ao MailOnline. “Sim, terá um benefício, mas por si só, sem a vacina, é improvável que seja suficiente para suprimir o vírus.”

Confira onde mais ocorreram os surtos de covid-19 desde outubro no Reino Unido

Casas de repouso: 32,5% (3.326)

Escola: 26,6% (2.722)

Locais de trabalho: 17,4% (1.782) 

Hospital: 8% (816) 

Restaurante 1,6% (168) 

Prisão: 0,4% (38) 

Outros: 13,6% (1.398) 

Com informações: Revista Crescer

APP Sindicato Londrina.
Gestão Independente, democrática, de base e de luta.